21 December, 2014

Missing!

by Ana Correia No Comments
Quero começar por pedir desculpa por esta ausência de mais de 15 dias, mas fiquei doente e normalmente eu não fico muito afectada quando estou doente mas desta vez já não sabia o que fazer com tantas dores que tinha. Seria de esperar que visto que estava doente tinha mais tempo para passar ao computador mas não porque eu nem conseguia olhar para o ecrãn, vou tentar fazer-vos um pequeno resumo do que se passou.

No dia 4 de Outubro fui com a minha avó ao Hospital Garcia de Orta para ela ir a uma consulta e quando cheguei a casa já vinha com dores no corpo todo e com uma dor de cabeça que até a piscar os olhos fazia-me dores horríveis, deitei-me no sofá e adormeci logo, acordei, jantei, adormeci novamente e já só acordei no dia seguinte, continuava com as mesmas dores e a estas ainda se juntaram, a dor de ouvidos e de garganta, como era fim de semana não podia ir ao centro de saúde e sinceramente pensei que fosse só uma constipação.
E assim foram passando os meus dias, só conseguia estar no sofá, estava sempre cansada, sempre cheia de frio ou cheia de calor e quanto mais dormia mais sono tinha, foi assim até quarta-feira, que foi quando a minha garganta começou a doer mesmo muito, de tal forma que já nem conseguia comer, e a minha mãe arrastou-me até ao centro de saúde, a médica disse que era uma amigdalite aguda e que todas as dores estavam relacionadas com o facto da minha garganta estar cheia de pus. 
Nisto passou-me um antibiótico e um anti-infamatório, para aliviar as dores que tinha, a febre que estava sempre nos 39º e para ver se o pescoço deixava de estar inchado, sim porque fiquei com o pescoço com o dobro do tamanho, tal era a infecção, e disse que ao fim de 48 horas eu já me ia sentir melhor, que servia.

Fiz a medicação e não havia meio de me sentir melhor, nada aliviava as dores, só estava bem a dormir e há sensivelmente 5 dias que só conseguia comer iogurtes e beber água porque qualquer outra comida eu não conseguia engolir. Eu ia esperar até segunda para ir ao centro de saúde mas nisto eram 20h00 e fui dormir porque não aguentava com as dores, quando de repente acordo e deixo a casa toda em pânico porque basicamente eu não conseguia respirar, não havia espaço para passar o ar devido ao inchaço que tinha na garganta, tive de ir de urgência para o Hospital de Setúbal, nunca tinha sido chamada tão rápido e pela primeira vez tive direito a uma pulseira laranja, e confesso que foi aqui que me comecei assustar um pouco com tudo aquilo. Conclusão tive lá 2h30, fiz tratamento para a febre e para as dores, levei a injecção de penicilina, fizeram-me analises ao sangue duas vezes, receitou-me um pó para a garganta, mais antibióticos e mudou-me o anti-infamatório e disse que se não tivesse melhor na quarta para voltar lá. Sai de lá relativamente melhor, pois a febre tinha passado, já não tinha dores no corpo apenas na garganta e o diagonostico o era mesmo amigdalite aguda, tive até quarta-feira a tomar os medicamentos, conciliando todos estava a fazer medicação de 2 em 2 horas, agora imaginem à noite. 
Na quarta resolvi ir novamente ao centro de saúde porque estava entupida de medicamentos e melhoras não via nenhumas, nisto o médico diz-me que tenho de ir para o Garcia de Orta de urgência porque aquilo não era amigdalite aguda nenhuma mas sim mononucleose e que tinha de ir para a urgência de otorrino.
Lá fui eu até ao Hospital,  fizeram-me a análise ao sangue e só tive de esperar 2horas pelo resultado, e como era de esperar deu positivo para mononucleose, eu não fazia ideia do que era mas pelo nome parecia assustador, e fiquei ainda mais apavorada quando a médica me disse que não tinha tratamento, ou seja ia curar com o tempo, eu estava em tanto sofrimento que o ela dizer que a solução era esperar, não me estava a cair muito bem, porque uma coisa tão normal como engolir para mim era uma tortura, mas felizmente ela receitou-me aquela betadine do pacote verde para gargejar e logo no primeiro dia senti logo um alivio. Ainda não estou boa porque ainda me custa um bocadinho a comer mas já noto uma diferença enorme.
Agora durante esta semana tenho de ir novamente ao centro de saúde porque eu fiz toda aquela medicação desnecessária e que em vez de ajudar só piorou a situação porque a mononucleose deixa o baço muito inchado e à minima coisa pode romper e também o figado fica muito debilitado, então ainda vou ter de fazer esses exames todos.
Peço desculpa pelo longo texto, mas como foi uma ausencia tão grande, senti a necessidade de vos explicar o que se tinha passado, nem ao instagram que é tão de actualizar eu consegui ir, mas em compensação vi todas as séries que possam imaginar e ainda tive direito a um bolo de melhoras do meu irmão:D
XOXO

Follow me on other social media:
Instagram  Twitter  Facebook ❤ Bloglovin'  Pinterest 

0 comentários:

Post a Comment